Chefe de Justiça quer saber se "OK Boomer" conta como discriminação por idade