Empresas de tecnologia alinham-se atrás do Google na batalha do Supremo Tribunal da Oracle