Boeing teve mais cancelamentos do que pedidos em 2019, com a crise do 737 Max se aprofundando