Os laptops eram chatos na CES, mas há esperança para o futuro