Ex-chefe de direitos humanos do Google diz que foi "marginalizado" por causa do mecanismo de pesquisa chinês censurado