O CEO da Apple, Tim Cook, defende a remoção do aplicativo de mapeamento de Hong Kong por email para os funcionários