Ex-executivos do Tinder consideram a ação de difamação do ex-CEO uma "campanha de difamação pública"